Titular da Cadeira nº 28 - Carolina Ramos


Poetisa, escritora, trovadora e artista plástica, Carolina nasceu em Santos. É filha de Alzira Hervelha Ramos e Francisco G. Ramos. Possui três filhos: Mariza, Márcia e Marcos. É casada em segundas núpcias com Cláudio de Cápua.
Estudou no Colégio “São José”, cujos bancos ocupou desde o Jardim da Infância à Escola Normal, onde diplomou-se professora e completou também o Curso Secretariado.
No Instituto Musical “Santa Cecília”, em Santos, fez o curso de Música - Piano, Teoria, Pedagogia e História da Música. Estudou Folclore no Instituto Musical Carlos Gomes. Fez breve curso de Enfermagem - Socorrista - na Cruz Vermelha, e participou de cursos de Literatura e Línguas.
Pertence à Academia Cristã de Letras, de São Paulo, à Academia Santista de Letras; ao Instituto Histórico e Geográfico de Santos, que presidiu, de 2000 a 2007. É Presidente da União Brasileira de Trovadores, Seção de Santos e Sócia Honorária da “Casa do Poeta Lampião de Gás”, de São Paulo, pertencendo ainda a várias outras instituições culturais do Brasil. Na AFCLAS, ocupou o cargo de 2ª Vice-Presidente, no biênio 1997/1998.
É considerada a Dama da Trova do Brasil; e, em Bandeirantes, PR, Personalidade da Trova. Em 2006, recebeu o título Benemérita da Trova, da UBT/Nacional. Em 2015, o título Mestre da Trova, em Taubaté; e Medalha “Luiz Otávio”, em Porto Alegre (RS).
Em 1973, recebeu os títulos Magnífica Trovadora, em Nova Friburgo, RJ, sendo a primeira mulher a receber essa honraria no Brasil; Magnífica Trovadora, em Divinópolis, MG; e Notável Trovadora, em Pouso Alegre.
Possui várias premiações nacionais e internacionais nos gêneros Poesia, Contos, Trovas e Crônicas. No Brasil, foi premiada nos estados de: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Ceará, Pará, Bahia, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Paraná e Goiás.
Em 1967, em Petrópolis, obteve o 1º lugar em Trova, recebendo como prêmio Miniatura da Coroa Imperial.
Ainda na década de 60, no Concurso do Rotary Clube de Madureira, no qual conquistou o 1º lugar, recebeu a Lira de Ouro, prêmio cobiçado e disputado entre 10.000 trovas concorrentes.
No exterior, no período de 1965 a 2015, foi premiada nas categorias Trovas, Conto e Poesia, em Portugal, Angola, Itália, França, Israel, Chile, Venezuela, Argentina, Estados Unidos e México.
1965 – Prêmio de Poesia da Academia de Música e Belas-Artes de Setubal, Portugal. Recebido na Academia Brasileira de Letras das mãos do então Presidente Austregésilo de Athayde.
1974 – 1º lugar no Concurso de Contos das Grandes Festas do Mar, Moçâmedes, Angola. 1º lugar no Concurso de Poesias, nesse mesmo Concurso.
1983 - Classificação no Concurso de Trovas de Lisboa – Portugal.
1985 - Menção Honrosa na Categoria Conto nos Jogos Florais do Algarve, Silves - Portugal.
1989 - 1º lugar no Concurso de Contos da Casa de Cultura Quimigal – Barreiro - Portugal.
2010 – “Medaglia de Mérito Internazionale – Poesia – “PAZ” – Nocera Superiore – Salerno – Itália. Premiações em Trovas:
2010 - Concepción – Chile
2011 - 1º lugar - Mérida - Venezuela
2014 - Medalha de Honra, em Buenos Aires - Argentina; Israel; França.
2015 – 1º lugar e 4º lugar - Portugal
2015 – 1º lugar - México
2015 - 1º lugar – Texas (e mais uma classificação em Concurso anterior).
Publicou vinte livros, nos gêneros prosa e verso: Sempre (poesias), em 1968; Cantigas feitas de Sonhos (trovas), em 1969; Espanha (poema épico), em 1970; Luiz Otávio e a Trova (ensaio biográfico), em 1976; Rui Ribeiro Couto - Vida e Obra (Biografia), em 1989; Trovas que Cantam por Mim, em 1989; Júlia Lopes de Almeida (biografia - Elogio à Patrona – AFCLAS, em 1992; Interlúdio (Contos) - 1993; Paulo Setúbal - Uma Vida, Uma Obra (biografia em parceria com Cláudio de Cápua), em 1994; Espanha (2ª ed. acrescida de outros poemas), em 1996; Feliz Natal! – (Contos natalinos) - 1997; Evocações (História da Associação Promocional das Ex-alunas do Colégio São José - 1958-98), em parceria com Maria Edith Prata Real; Príncipe da Trova (Biografia), em 1999; Saga de uma Vida (Biografia), em 2001; Um Amigo Especial (ficção), em 2003; Liberdade...Sonho de todos! (Prosa e Verso) - 2010; Destino (Poesias)/ 2012; A Trova – Raízes e Florescimento – UBT (História do Movimento Trovadoresco Brasileiro), em 2013; Feliz Natal (Contos Natalinos -2ª ed. acrescida de mais 18 contos), em 2015.
Livros inéditos: Canta, Sabiá! (Folclore – poesias, trovas e contos com base em temas folclóricos); Mosaicos (Trovas). Tem ainda inéditos vários livros de poesias, trovas, contos e pensamentos.
Por seus trabalhos na área da cultura, foi agraciada com as seguintes Medalhas de Honra ao Mérito:
Sesquicentenário de Santos - Prefeitura de Santos.
Medalha dos Andradas – do Instituto Histórico e Geográfico de Santos
Medalha de Mérito Cultural “Brás Cubas” - outorgada pela Câmara Municipal de Santos, em 2006.
Patrona - Júlia Lopes de Almeida
Rua Fernão Dias, 34 - sala 11 -
Tel.: (13) 97419-2434 ID: 35*60*38491 - Gonzaga - Santos