Anna Bemvinda: uma santista na abolição


Crase

Vamos rever alguns casos de crase.
Crase = preposição a + artigos definidos a(s)
Expedientes práticos para verificar a existência de um artigo feminino após a preposição a:
1. Troca-se a palavra feminina por uma masculina. Se na troca ocorrer ao, há crase.
2. Substituir a por para ou para a(s). Se ocorrer para a(s), a crase é confirmada.
Coloque o acento indicador da crase quando for necessário.
1. Não vai a festas nem a reuniões.
2. João resignou-se a sorte.
3. Cheguei a casa altas horas.
4. Ficou frente a frente com o inimigo.
5. Não me refiro a secretária.
6. Estamos dispostos a colaborar.
7. Não vou a Portugal, vou a França.
8. O espetáculo começou as quatro horas.
9. Os astronautas desceram a terra na hora prevista.
10. Mandei-o as favas.
11. Você ainda não voltou a casa paterna?
12. Atrevia-se a escrever a Camões.

Saiba mais
1. Festas e reuniões estão no plural, portanto não admitem o artigo a.
2. Resignou-se ao destino.
3. A palavra casa quando significa lar, sem modificador, não admite artigo. Logo não há crase. Observe a ausência do artigo nas expressões "fiquei em casa", "estou em casa".
4. Em locuções adverbiais com palavras repetidas não ocorre crase.
5. Eu me refiro ao secretário.
6. Antes de verbo não existe crase, porque não há artigo.
7. Vou para Portugal. Vou para a França.
8. A expressão às 4 horas indica hora especificada, então há crase. Para confirmar, substitua a expressão por meio-dia. "O espetáculo começou ao meio-dia".
9. A palavra terra quando significa terra firme não admite artigo, logo não há crase.
10. Confirma-se a crase quando for locução adverbial com palavra feminina.
11. Na palavra casa com modificador ocorre a crase.
12. Confirma-se a crase quando a expressão à moda de está subentendida.

Rua Fernão Dias, 34 - sala 11 -
Tel.: (13) 97419-2434 ID: 35*60*38491 - Gonzaga - Santos

desenvolvido por ideiafix.com.br