Patrona da Cadeira nº 40 - Nilza Cruz Vandenbrande



Nilza Serpa Pinto Gomes Cruz Vandenbrande nasceu em Ourinhos, a 12 de novembro de 1921, mas viveu em Santos desde os cinco anos.
Ligada à Arte, deslumbrava-se com o som, a luz, as energias da Natureza e, sobretudo, com o mar do Boqueirão. Teve sua aptidão literária descoberta, quando ainda era quintanista do Gymnásio do Estado, atual Colégio “Canadá”.
Destacou-se na dramaturgia e, em parceria com a filha, musicou algumas, entre inúmeras peças infantis, como A Formiga de Antena Quebrada.
Ação e versatilidade caracterizaram a mulher e a artista que, além de escrever, fazia as montagens, criava roteiros e organizava os ensaios das peças teatrais, envolvendo as crianças-artistas num clima de sonho, alegria e confraternização.
Para adultos, escreveu O Mundo dos Descontentes e o Hino dos Andarilhos do Enguaguaçu.
Faleceu em Santos, no dia 12 de dezembro de 1977. Conforme seu desejo, suas cinzas foram lançadas ao mar da baía de Santos.
Acadêmica eleita para a Cadeira: Elisabete Neire Souza Fioriti.
Engenheira e professora.
Antecessoras:
Gilda Vandenbrande – Membro Fundador.
Rosangela Perdiz Simões.
Rua Fernão Dias, 34 - sala 11 -
Tel.: (13) 97419-2434 ID: 35*60*38491 - Gonzaga - Santos