Patrona da Cadeira nº 25 - Helena Silveira


Nasceu em São Paulo, a 9 de dezembro de 1911. A mais respeitada crítica brasileira de televisão foi também incansável defensora dos ideais de justiça social e dos direitos humanos.
Pioneira no caminho da crônica social, organizou movimentos em prol das mães leprosas e cruzadas pró-infância. Viajou pela Europa para aperfeiçoar estudos em Paris. Cultivou o amor pela Literatura, através de leituras e escrevendo contos e crônicas.
Foi cronista dos jornais Folha da Manhã e Folha da Noite, e contista consagrada pelo discurso fluente e espontâneo. A coletânea de contos Mulheres Frequentemente valeu-lhe quase todos os prêmios do país.
Foi membro da Academia de Jornalismo e, durante sua atuação como literata agitadora cultural, cronista enxuta da palavra cuidada, jornalista combativa, sempre se posicionava contra qualquer tipo de censura, mesmo aquela que invocava motivos morais.
Faleceu em 31 de agosto de 1984.
Acadêmica eleita para a Cadeira: Helena Maria Gomes.
Jornalista. Professora universitária. Escritora com livros premiados.
Antecessora:
Maria Floriscena Tassara Giraldes – Membro Fundador.
Rua Fernão Dias, 34 - sala 11 -
Tel.: (13) 97419-2434 ID: 35*60*38491 - Gonzaga - Santos