Ana Lúcia de Souza Feijó da Silva

Biênios: 2013-2014 ao 2015-2016


Ana Lúcia iniciou sua participação nas atividades acadêmicas, em 1986, nas primeiras reuniões do grupo convidado por Irmã Cássia. Indicada pela poetisa Brites Quaresma Figueiredo, fundadora do Grupo Encontro de Poetas, ao qual pertencia desde 1984, afirma que hesitou em aquiescer ao convite. Entendia que não possuía mérito literário para tal honraria, não obstante o incentivo de Brites, e da também poetisa Yedda de Burgos Martins de Azevedo, além da própria idealizadora da AFCLAS - Irmã Cássia.
Em seu discurso de posse, Ana Lúcia refere que: “Se, a princípio, hesitei em anuir à convocação, o mesmo não ocorreu na primeira reunião para eleição de nossas patronas. Naquela oportunidade, convicta de que não me negaria a compartilhar dos ideais do grupo que se iniciava, indiquei e, concomitantemente, elegi minha patrona a insigne pianista e professora Antonietta Rudge”.
Na eleição para a 1ª Diretoria Executiva, não aceitou o convite para integrar o corpo diretor, em razão de seus compromissos profissionais. Todavia, se propôs a colaborar nas atividades que viriam, a partir de 1987. Assim o fez. Dentre as contribuições, cita algumas guardadas na memória cerebral, ou na documental.
Na década 1986-1996, realizou palestras nas Assembleias Ordinárias, abordando temas relativos à Educação, à Técnicas Psicodramáticas utilizadas na Reeducação, à Arte Musical, e à vida e obra de sua Patrona. Integrou Comissões Julgadoras em concursos literários promovidos pela AFCLAS. Em 1993, foi nomeada pela então presidente Yedda de Burgos Martins de Azevedo para integrar o Conselho Fiscal da AFCLAS. Ocupou o cargo de Primeira Secretária nos biênios 1993/1994 e 1995/1996. Participou como palestrante do Encontro Multidisciplinar “ A Criança como Produto da Máquina” - coordenado pela acadêmica Nancy Simões Dias Olmo -, em 1994; em parceria com a acadêmica Maria Floriscena Tassara Giraldes coordenou e apresentou o “II Percurso de Mulheres Memoráveis”, realizado no Teatro Municipal de Santos. Em 1996, colaborou com a acadêmica Maria Estela Meira Villani, à época, presidente da AFCLAS, na elaboração das comemorações do Jubileu de Estanho - décimo aniversário de fundação - da AFCLAS; coordenou, redigiu o texto, e apresentou a solenidade comemorativa em homenagem aos 25 anos de composição de música litúrgica da acadêmica Ir. Miria Therezinha Kolling. Foi nomeada para integrar as Comissões de Publicações; Ciências; Língua Pátria, Música; Artes Cênicas; e Eventos.
No período de 1997 a 2012, foi integrante da Coordenação e da Comissão de Revisão da Antologia “Em Verso e Prosa II”; participou da Diretoria Executiva – biênio 1997/1998 -, ocupando o cargo de Segunda Vice-Presidente e Presidente Interina. Em novembro de 1998, integrou a Comissão da Reforma Estatutária da AFCLAS. Na série “Brasil-500 Anos - Mulher”, colaborou como corredatora e coapresentadora dos eventos “A Mulher e a Música” e “A Mulher e a Literatura-Poesia”.
Titular da Cadeira nº 07, da Patrona Antonietta Rudge
Rua Fernão Dias, 34 - sala 11 -
Tel.: (13) 97419-2434 ID: 35*60*38491 - Gonzaga - Santos